• A espera das Olimpíadas de 2016 no Brasil e o fantasma do desemprego mudaram os pensamentos da classe C e fizeram com que o interesse de pais e jovens pelo inglês aumentasse

• O Centro Britânico possui hoje 20% dos seus alunos, pertencentes a classe C, até 2012 o índice era de apenas 3%

• Segundo o IBGE, neste inicio de ano o número de pessoas desempregadas aumentou cerca de 30% em relação ao ano passado

 

Maio de 2015 – O reflexo da crise econômica fez diminuir o consumo das classes C e D, principalmente depois do mês de março quando o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) anunciou que o número de desempregados subiu em média 30% em relação ao mesmo período do ano passado.

Com isso diversos setores estão sendo afetados, como é o caso do varejo em geral. O ramo da educação também sofre durante uma recessão econômica, mas mantém-se como importante investimento, já que quanto maior for o conhecimento, maior as chances de manter-se no mercado de trabalho, sem dizer que hoje o inglês fluente é cada vez mais exigido pelas empresas.
 
Além disso, os Jogos Olimpícos de 2016 no Brasil fazem com que muitos criem esperanças de conquistar um bom emprego ou serem escolhidos como voluntários do evento e participar de perto desta festa tão esperada. E para que isso aconteça é preciso estar com o segundo idioma em dia e na ponta da língua.
 
O Centro Britânico (www.centrobritanico.com.br) escola de idiomas, percebeu um aumento bastante significativo nos últimos três anos em relação à procura e investimento da classe C pelo curso de inglês. “Ao contrário do que muitos pensam, as famílias das classes C são extremamente exigentes com a qualidade do que estão comprando e hoje em dia percebemos que o intercâmbio já faz parte do planejamento familiar, pois a maioria dos nossos alunos, crianças e jovens entram para o Centro Britânico pensando em realizar o sonho de uma grande viagem, ótimos empregos e faculdades. Até 2012, apenas 3% dos nossos alunos eram pertencentes a essa classe social e atualmente são mais de 20%”, afirma Bruno Gagliardi, Diretor Executivo do Centro Britânico.
 
E um dos diferenciais da escola é ter métodos eficazes para que o aluno tenha fluência do segundo idioma. “A metodologia e resultados obtidos fazem com o que os alunos evoluam muito e se façam o teste de proficiência com excelência”, ressalta Bruno.
 

Confira 5 motivos para investir no aprendizado e 5 estratégias para não perder o foco e desistir do curso:

1- Ter acesso à informações de todos os lugares do mundo
2- Conhecer pessoas e culturas diferentes
3- Ter maiores salários
4- Ter melhores empregos
5- Ter a possibilidade de trabalhar ou estudar em outros países

1- Entender que não há formulas milagrosas para aprender um novo idioma
2- Não ter vergonha de praticar
3- Conversar com pessoas de outro país quando tiver a oportunidade
4- Se dedicar, estudando também em casa
5- Ver filmes e séries com legendas em inglês

 
Projeto de expansão: A expansão de franquias e o crescimento do número de alunos são alguns dos principais focos da instituição para os próximos seis meses. O objetivo é continuar crescendo e consolidar cada vez mais o nome da escola e seu conceito de ensino para ganhar espaço e credibilidade no mercado. “Nossa missão é contribuir com a cultura brasileira e formar cidadãos que possam se comunicar mundialmente, por isso, valorizamos a conquista pelo certificado de Cambridge. Hoje 100% dos nossos alunos pós intermediários e avançados saem do Centro Britânico falando o inglês fluente”, diz Rodrigo Faria, responsável por Expansão.
 
O Centro Britânico possui material didático próprio e atualizado, com uma linguagem moderna e diferenciada, além disso, tem planos de modernizar as unidades e trazer mais tecnologia para as salas de aula. Segundo Rodrigo Faria, as expectativas para o segundo semestre de 2015 são grandes. A pretensão é abrir dez novas unidades e atingir não só a grande São Paulo e capital, como outras regiões do país.
 
Franquia: O Centro Britânico oferece dois modelos de negócios, o tradicional que concede o direito de uso da marca para criação de uma nova unidade, construída e planejada nos padrões de instalações e a conversão que possui baixo investimento, pois dá direito ao método que pode ser aplicado em outras escolas.
 
O investimento inicial é a partir de R$ 200 mil a com retorno médio de 24 a 36 meses, possui isenção de royalties e baixa taxa de evasão. Para ser um franqueado é preciso seguir alguns requisitos, pois os critérios de seleção são rigorosos e exigem conhecimento na área de franquia.
 
- Todos os releases desta empresa estão disponíveis no site da Versátil Comunicação (www.versatilcomunicacao.com.br/versa/imprensa.asp).

 

ASSESSORES

  • Camila Callegarette
    Tel.: (11) 2832-5506

  • Luciana Antão
    Tel.: (11) 2832-5509

SOBRE O CENTRO BRITÂNICO

Fundada em 1969, o Centro Britânico é uma escola especializada no ensino de idiomas de forma consistente, eficiente e diferenciado, através de constante reciclagem de métodos, treinamento de funcionários e adequação da infraestrutura às exigências do mercado.

Com mais de 45 anos no mercado, o Centro Britânico vem realizando o sonho de seus alunos com a proficiência no inglês. A metodologia segue o quadro comum Europeu, garantindo que seu aluno avançado, seja considerado avançado no mundo todo, isso reflete diretamente no índice de aprovação nos exames internacionais, 92%.

A instituição é homologada e chancelada por Cambridge English Language Assessment, como centro preparatório e aplicador de exames internacionais no Brasil. Desde 2008 atua no sistema de franquias e atualmente, conta com mais de 30 unidades espalhadas por São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Rio de Janeiro, oferecendo aulas de inglês internacional, espanhol, alemão, italiano e francês.